<$BlogRSDURL$>

domingo, março 28

Meu preferido 



E também de toda a arquibancada de São Januário. Esse é o goleiro Fábio, 24 anos, titular absoluto do Vasco da Gama há mais de 100 jogos. Foi campeão com a Seleção brasileira no Mundial Sub-17 no Egito e convocado por Carlos Alberto Parreira para a Seleção principal em junho do ano passado.

Dono de um sorriso cativante, Fábio é um dos mais talentosos jovens goleiros da atualidade. Com um jeitinho meigo e singelo rapidamente caiu nas graças da torcida - não só a vascaína - e ganhou a preferência das torcedoras. Tive o prazer de conversar com Fábio pessoalmente em duas situações, e já na primeira ocasião pude reparar que as torcedoras não estavam erradas: o rapaz é realmente uma gracinha. Encantei-me com o jogador, que me surpreendeu ao presentear-me com uma camisa oficial do Vasco - que guardo com todo carinho - e fiquei impressionada com a paciência e atenção com que tratou os torcedores que o aguardavam do lado de fora do estádio. Um verdadeiro gentleman.

Neste domingo, Fábio ajudou a equipe cruzmaltina a garantir vaga na decisão da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca 2004. A final será contra o Fluminense no dia 4 de abril. O campeão da Taça Rio decide o título do Campeonato Estadual contra o Flamengo, campeão da Taça Guanabara, em duas partidas, nos dias 11 e 18 de abril.

Sucesso, Fábio!
:-D

fonte: Folha Online e Estadao.com.br

quarta-feira, março 17

Ausências 

Minha* e do goleiro da equipe de futebol Guarani, de Palhoça.

Conheci, no final de tarde dessa quarta-feira, André, goleiro titular do Guarani. Veio ao CEFID - campus da UDESC no qual estudamos eu e sua irmã, minha colega de turma - para mais uma sessão de fisioterapia. Segundo informações do Diário Catarinense e do próprio jogador, um exame de ressonância magnética apontou uma ruptura total no ligamento cruzado posterior do joelho esquerdo. Deve desfalcar o Guarani nesse quadrangular final - péssima notícia para torcedores e comissão técnica, já que André vem atuando bem e decisivamente nesse Estadual 2004.

A boa notícia é que a rotina de fisioterapia afasta a possibilidade de operação no joelho. O goleiro me pareceu bastante confiante na sua reabilitação sem intervenção cirúrgica. "Devo me recuperar em três semanas e acredito estar de volta antes do último jogo da fase final", me disse.



Calmo, tímido e ao mesmo tempo falante, André mostrou nos apenas dez minutos de conversa o quão simples e simpático é, além de incrivelmente parecido com a irmã, tanto na personalidade quanto no aspecto físico.

Desejo a ele uma excelente recuperação e um retorno melhor ainda. E que o Guarani consiga segurar as pontas sem o goleirão em campo!

:)


*Obs.: "ausência minha" porque tenho estado absurdamente ocupada com estágio e faculdade, coisas-chatas-porém-necessárias-na-vida. O Blog, infelizmente, tem ficado no banco de reservas...

sexta-feira, março 12

Mais uma prova de que... 

...futebol se ganha em campo.

Um ex-namorado meu, de anos atrás, trabalha como fisioterapeuta da equipe de futebol Atlético Clube Paranavaí, do interior do Paraná. Conversando com ele pelo Messenger há algumas semanas, me disse que o Paranavaí havia ganhado na Justiça Desportiva (STJD) os pontos referentes a uma partida contra o Gama-DF, válida pela Copa do Brasil - segundo os noticiários da época, o Gama teria escalado um jogador irregular no jogo de ida contra o time paranaense e isso eliminaria a equipe do Distrito Federal.

Com a vaga teoricamente garantida no tapetão, o Paranavaí se deu ao luxo de perder o jogo de volta, em Brasília, por 3 a 0. Meu ex já se vangloriava da pseudo-classificação do seu clube semanas antes da segunda partida acontecer. Dizia que era jogo para cumprir tabela, que independente do placar o Paranavaí com certeza estaria na segunda fase da competição.

Acontece que nada é certeza quando se trata de Justiça Desportiva. De acordo com a Folha Online, "O Gama ganhou recurso no STJD, no Rio, e está classificado para a segunda fase da Copa do Brasil (...) Após ser eliminado da competição devido à documentação irregular do jogador Alan, que nem mesmo chegou a atuar nos dois confrontos contra o Paranavaí, os dirigentes da equipe alviverde entraram com um recurso no STJD e ganharam o direito de disputar a fase seguinte do torneio. Dentro de campo, o Gama havia passado pelo Paranavaí, após empate por 0 a 0, fora de casa, e uma vitória por 3 a 0, em partida realizada no Distrito Federal."

Ou seja, o Paranavaí se deu mal e meu ex mordeu a língua... Se o futebol é uma caixinha de surpresas o STJD é um poço de incertezas!

:-/

terça-feira, março 9

E daí que ele faz a sobrancelha? 



Não interessa se Beckham usa diamantes nas orelhas e gasta uma fortuna com cremes e roupas de grife. Esse moço aí de cima continua o mais bonito, o mais polêmico e o mais macho de todos os jogadores. Quem discorda que atire a primeira pedra (não vale para homens!).

[longo suspiro]

:-)

sexta-feira, março 5

E eu não fui no jogo! 

Lembram que eu disse há um tempo que meu segundo time do coração é o Tiradentes Esporte Clube, da cidade de Tijucas? Pois é, hoje sinto-me a pior torcedora do mundo.

O querido Tiradentes venceu o Avaí - esse mesmo, o time do Gustavo Kuerten - ontem, na casa do adversário, às 4 da tarde. A vitória nada valia para a equipe de Tijucas, entretanto o resultado foi um honroso três a zero, com direito a vaias e gritos de olé, numa digna despedida do Campeonato Catarinense para o Tiradentes. Os avaianos também disseram adeus para o Estadual, só que com um amargo gostinho de goleada.

Apesar de sempre ter estado na lanterninha de seu grupo, o Tiradentes surpreendeu muitas "raposas felpudas" da mídia esportiva catarinense. Arrancou empates importantes em casa e se impôs em campo, muitas vezes demonstrando supremacia aos chamados grandes clubes de Santa Catarina. Levou algumas dezenas de gols e não garantiu vaga no quadrangular final, é verdade, mas esfregou na cara de certos colunistas, jornalistas e dirigentes que NOME não ganha jogo.



O pior de tudo isso é que eu não pude assistir o Tiradentes meter três bolas no fundo da rede azurra. Maldito estágio! Que droga de faculdade! Quando terei outra oportunidade como a do dia 4 de março de 2004!?

Agora o negócio é bola para frente e muito treino para os próximos torneios. Tiradentes, rumo à Tóquio!
:-D

This page is powered by Blogger. Isn't yours?